Santa Catarina: preservação e desenvolvimento sustentável


Em Santa Catarina, empresas e cidadãos têm consciência de seu papel no desenvolvimento sustentável. Entre os estados brasileiros, possui a maior porção de Mata Atlântica em relação à área original existente. Ao todo, são 15 Unidades de Conservação federais, nove estaduais, além de 22 reservas particulares do patrimônio natural, inúmeros parques municipais e privados.

Preservada para pesquisas científicas e ecoturismo, a natureza catarinense também faz parte do negócio. A responsabilidade ambiental e social corporativa se manifesta em ações como o tratamento adequado de efluentes e a implantação de sistemas de gestão que incluem grandes investimentos em educação ambiental. O potencial de crescimento dos negócios ecológicos é imenso, desde a geração de energia limpa à exploração e o aproveitamento de resíduos como insumos produtivos.