Santa Catarina tem importantes portos marítimos, que movimentam cerca de 14 milhões de toneladas por ano, permitem o acesso de navios de até 45 mil toneladas e operam com contêineres. Há linhas regulares entre o Estado e os principais portos do mundo.

Porto de São Francisco do Sul. Porto de São Francisco do Sul.

Portos

Os quatro portos marítimos catarinenses – Itajaí, São Francisco do Sul, Imbituba e Navegantes – são bem equipados e mantêm linhas regulares com as principais cidades portuárias do mundo. Juntos, movimentam anualmente cerca de 18 milhões de toneladas. O Porto de Itajaí é o segundo do Brasil (e 13º na América Latina e Caribe) em movimento de contêineres. Em 2008, os portos de Itajaí, São Francisco do Sul e Imbituba movimentaram 14,6 milhões de toneladas. Santa Catarina é o único estado brasileiro com três representantes no ranking dos 20 principais portos nesse critério – o de São Francisco do Sul ocupa o 6º lugar e o de Imbituba aparece em 16º. O mais novo porto catarinense, no município de Navegantes, ainda não figura nas estatísticas da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), pois entrou em operação em outubro de 2007.

Porto de São Francisco do Sul

É o principal porto graneleiro catarinense e essencialmente exportador. Administrado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, recebe embarcações com até 12 metros de calado. Seu canal de acesso tem 9,3 km de extensão e 150 metros de largura. Possui cinco berços de atracação, 975 metros de cais e três armazéns internos com capacidade de 78 mil m3. Suas instalações permitem o atendimento a granéis sólidos, líquidos, carga geral e conteinerizada. Fica na costa Norte, a 188 km de Florianópolis e a 567 km de São Paulo.

Porto de Itajaí

Situado 95 km ao norte de Florianópolis, ocupa a terceira colocação no ranking nacional de exportações de contêineres. Os 740 metros da estrutura de seu cais, com 10 metros de calado, têm condições de receber, em média, três cargueiros simultaneamente. Suas instalações ocupam mais de 15 mil m2 de área coberta para es-tocagem de produtos e 38 mil m2 descobertos para armazenagem de contêineres. É responsá-vel por 80% do total exportado por Santa Catarina e 4% do montante nacional. A qualidade dos serviços de fornecimento de infraestrutura básica e operacional lhe garantiu a certificação ISO 9001:2000, a primeira concedida a uma autoridade portuária no Brasil. É administrado pela prefeitura de Itajaí.

Porto de Imbituba

Gerenciado pela iniciativa privada, é um dos principais suportes da economia do Sul catarinense. Com cais de 300 metros de extensão, área terrestre de 1,55 milhão de m² e área aquática de 750 mil m², permite a operação de embarcações com até 10 metros de calado em seus quatro berços de atracação. Tem grande disponibilidade de área para armazenamento de carga e apresenta excelentes condições naturais. Localiza-se no litoral Sul, a 91 km da capital.

Porto de Navegantes

Empreendimento privado, o mais novo porto de Santa Catarina – Terminais Portuários de Navegantes S.A. (Portonave) – iniciou suas atividades em outubro de 2007, no município de Navegantes. Opera na margem esquerda do Rio Itajaí-Açu (de frente para o Porto de Itajaí). Possui cais com 900 metros de extensão e quatro berços de atracação.

Portos de Santa Catarina
  São Franscisco do Sul Itajaí Imbituba
Movimentação
(milhões de t/ano – 2008)
8,3 4,7 1,6
Principais Produtos Soja em grãos,
móveis, farelo
de soja, motores elétricos e motocompresssores.
Aves e carnes
congeladas, madeira e derivados, pisos
e revestimentos cerâmicos, motores e acessórios, papel, tabaco, maçã, têxteis e cargas rolantes.
Calçados, fumo, trigo, cerâmica, algodão, soda cáustica, coque de carvão, açúcar, sal, fertilizantes e carne de frango.